ClipaTec Informática

Receba novidades por e-mail. Digite seu e-mail abaixo e clique no botão "Cadastrar"

Delivered by FeedBurner

13 de maio de 2011

Placa-mãe AT vs placa-mãe ATX

Conector AT e ATX
Ao longo do tempo, os componentes do computador sofreram grandes transformações e evoluções.
Os focos sempre foram o melhor desempenho, menor tamanho, portabilidade e facilidade.
Só revisando o que seria a placa-mãe, todos os componentes do computador são ligados ou integrados a uma placa de circuito impresso que nada mais que a própria placa-mãe conhecida também por logic board (placa lógica).
Os computadores antigos utilizam fios para ligar uma placa a outra, com as evoluções, estes fios foram substituídos pelas placas de circuito impresso.
Finalmente nas décadas de 1980 e 1990, a placa-mãe passou a ter suporte para dispositivos como mouse, teclado, portas seriais e paralelas para diminuir o custo.
Em 1990 começa a surgir placas-mãe com outras placas ou funcionalidades agregadas como áudio, vídeo, armazenamento rede, etc, o que damos o nome de placa on-board, ou seja, já possui alguns circuitos integrados, evitando a necessidade de placas de expansão.
Atualmente, as vezes é conveniente utilizarmos placas adicionais para obter um melhor desempenho, como por exemplo a placa de vídeo, mais módulos (pentes) de memória RAM, etc.
Em consequência das evoluções surgiram também dois tipos de placa-mãe, AT e ATX. Qual a diferença?
Conector AT” border=
Conector AT
A principal diferença entre estes dois tipos de placa é justamente o conector de alimentação presente na mesma.
O conector de alimentação das placas AT eram divididos em dois, denominados P8 e P9 e na hora de conectá-los à placa-mãe requeria um certo cuidado e atenção do técnico, visto que, os fios pretos de ambos conectores deveriam ficar no centro (juntos), deixando assim os vermelhos nas extremidades, caso contrário você correria o risco de queimar sua placa.
Conector ATX
Conector ATX
Já nas placas ATX este problema foi resolvido, uma vez que, agora o conector de alimentação é único além de não encaixar do lado errado.
Não é apenas esta a diferença entre as placas AT e ATX, é óbvio que as placas AT são mais antigas e as ATX são mais modernas, porém, ainda existem outras diferenças.
As placas AT possuem 30 cm de largura e 33,75 cm de comprimento enquanto as placas ATX possuem 30,5 cm de largura e 24,4 cm de comprimento.
O padrão AT surgiu junto com os primeiros PCs e foi utilizada até 1995, quando a Intel lança o padrão ATX.
Podemos destacar também a circulação de ar e dissipação térmica que nas placas ATX é bem melhor, principalmente se tratando de aquecimento de processadores de alta velocidade, outro fator não menos importante, é a organização e melhor distribuição dos cabos que de certa forma intervém na refrigeração interna do gabinete.
Destacam-se também os slots de memória RAM que nas placas AT era difícil a inserção e a remoção dos pentes de memória RAM, a posição do processador que nas AT ficava atrás dos slots onde eram conectados as placas de expansão, impedindo a inserção de placas grandes.
Podemos concluir que a placa-mãe também foi alvo de evolução e até hoje continua evoluindo.
No mercado encontramos várias placas-mãe com desempenho e funcionalidades diferentes.
Existem as placas top que são super potentes e dão suporte para componentes de últimas tecnologias e potentes também.

Placa-mae AT
Placa-mãe AT

Placa-mae ATX”=
Placa-mãe ATX












Ler também

*As imagens possuem diretos autorais.
(Por ClipaTec Informática)

2 comentários:

  1. Gostei do artigo, tava procurando uma comparação entre as duas placas !!! Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, que bom que te ajudou, qualquer dúvida estamos aí...Abraço!

    ResponderExcluir

Visite nossa página de Política de comentarios antes de comentar para ter certeza de que seu comentário não será excluído! Lembre-se, assim que aprovarmos o teu comentário ele será publicado, por isso, não deixe de sempre visitar nosso blog e conferir nossa resposta ao seu comentário, abraço!