ClipaTec Informática

Receba novidades por e-mail. Digite seu e-mail abaixo e clique no botão "Cadastrar"

Delivered by FeedBurner

24 de janeiro de 2012

SOPA e PIPA, uma guerra mundial na internet

sopa e pipa
Muito já se falou sobre estes dois projetos, e muitos já deixaram claras as suas opiniões em relação à este assunto polêmico.
Isso não é um artigo de opinião, é apenas um artigo de informática, sem regras de estruturação, por isso, desde já deixamos nossa opinião bem clara, somos totalmente contra o SOPA e PIPA, e podemos dizer que todos os usuários são contra estes dois projetos de lei, como afirma o grupo de hackers Anonymous, 99% dos usuários são contra estes projetos. Mas o que são estes projetos? Qual a finalidade deles? Quem criou? Serão estes os motivos para uma verdadeira guerra entre milhões de usuários da grande rede mundial (a internet) e os proponentes do projeto? Será este outro motivo para o mundo odiar o os EUA? Pois bem, se você ainda não conhece estes projetos, vamos apresentá-los a você, já deixando claro que não se trata de comida (SOPA) e brinquedo (PIPA), ambos são projetos de leis que causaram grandes manisfestações entre usuários na internet que são contra os mesmos.
O "SOPA - Stop Online Piracy Act (Lei de Combate à Pirataria Online)", é um projeto de lei da câmara dos respresentantes dos Estados Unidos proposto por Lamar Smith.
Este projeto propõe alterações na forma de combate a pirataria na internet permitindo ao departamento de justiça dos EUA "investigar, perseguir e desconectar" qualquer meio acusado de disponabilizar na rede, material sujeito a direitos autorais (intelectual) dentro e fora do país.
O "PIPA - Protect Intellectual Property Act", é outro projeto que propõe penas de até cinco anos de cadeia para pessoas acusadas por compartilhar material pirateado na rede.
O SOPA e PIPA são projetos bem semelhantes, ambos visam o combate a pirataria, sendo as diferenças que, o SOPA é mais voltado à venda de produtos pirata na internet e o PIPA ao conteúdo digital pirata distribuído na internet.
As punições do projeto PIPA também são válidas para sites que facilitam a pirataria, isto significa que, se um site tem ligação (hyperlink) com outro site suspeito de pirataria, este também será punido.
Um acontecimento recente que podemos notar a prática das leis SOPA e PIPA é o fechamento de um dos maiores servidores de download, o MegaUpload, que segundo o FBI causou cerca de US$ 500 milhões em danos aos direitos de propriedade intelectual do país, ou seja, pirataria, e como não bastasse o desativamento do site, o dono e alguns funcionários foram presos, isso gerou uma revolta entre os usuários da grande rede, (a internet), o início de uma grande guerra cyber.
Em resposta ao ocorrido, o maior e mais conhecido grupo de hackers ativistas, denominado "Anonymous" se vingam e invadem alguns sites tais como FBI,.... em forma de protesto.
Leis semelhantes ao SOPA e PIPA já existem na China e na Espanha.
Concordamos com Tim Berners-Lee, o criador da World Wide Web (www), ele disse que tanto o SOPA quanto o PIPA violam os direitos humanos se tratando de liberdade de expressão: “Se você está nos Estados Unidos, você deveria se mover, ligar para alguém ou mandar um email para protestar contra esses projetos, porque eles não foram elaborados para respeitar os direitos humanos, como seria apropriado em um país democrático”, disse Lee.
Outro grande nome que se opõe ao SOPA e PIPA é o criador da grande rede social, Mark Zuckerberg, que diz ser uma lei mal pensada.
Estão também entre as oposições, as grandes empresas, Google, Facebook, Twitter, Yahoo, LinkedIn, Mozila, Amazon dentre outros, inclusive membros do presidente Barack Obama que anunciaram que não apoiarão projetos que visam a redução da liberdade de expressão.
Os projetos também ordenarão aos provedores de acessos como o Google, Yahoo, Bing, etc, o bloqueamento de acesso aos sites que envolvem pirataria, isto é, desabilitar os links destes sites nos resultados de busca.
Alguns sites famosos como Wikipedia, ..., ficaram 24 horas fora do ar em protesto constra o projeto, além de manifestações nas ruas.
De acordo com uma fonte do Wikipedia ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Stop_Online_Piracy_Act )acessado no dia 23 de janeiro de 2012 ás 10:40 hs: "A revista Forbes publicou uma matéria na qual Lamar Smith, autor do projeto, é chamado de hipócrita. Em seu site, ele utilizou uma imagem sem a correta atribuição e permissão do autor o que o tornaria vítima da própria lei que está propondo caso fosse aprovada."
A Google possui um site (Google.com/takeaction) no qual qualquer usuário pode criar uma conta,  criando assim, um grande grupo online de pessoas unidas contra o SOPA e PIPA.
Devido aos grandes impactos causados nos ultimos dias em função do ocorrido com o site MegaUpload, estas leis tiveram a votação adiada. O Líder do Senado americano, Harry Reid, disse que é necessário equilibrar proteção a copyright com liberdade na internet
Na quarta-feira, 18 de janeiro de 2011, uma onda de manifestações tomou conta da internet. Esta lei precisa de 60 votos para ser aprovada, porém muitos congressistas afastaram do SOPA e PIPA devido às grandes manisfestações.
Mais uma vez assumimos, somos contra estes projetos, se você também é contra deixe seu comentário e crie artigos em seu site em protesto à este absurdo, quanto mais unidos melhor, a internet deve ser livre para todos.


isso afetará a maioria visto que grande parte dos sites e servidsores estão nos EUA, e inclusive sites brasileiros que tbm estão hospedados em hosts americanos.

Recomendamos:


(Por ClipaTec Informática)

0 comentários:

Postar um comentário

Visite nossa página de Política de comentarios antes de comentar para ter certeza de que seu comentário não será excluído! Lembre-se, assim que aprovarmos o teu comentário ele será publicado, por isso, não deixe de sempre visitar nosso blog e conferir nossa resposta ao seu comentário, abraço!